Browsing Category

cultura

O maior grafite do mundo é do Kobra e é carioca

By 30 de agosto de 2016 cultura, inspirações, principal, rio de janeiro

Um dos legados olímpicos para a cidade do Rio de Janeiro é, também, um recorde mundial. O mural ‘Etnias’, do artista Eduardo Kobra, foi considerado pelo Guinness como o maior grafite do mundo feito por uma equipe. A obra tem 170 metros de extensão, 15 metros de altura e um sem-fim de registros nas redes sociais das milhões de pessoas que passaram pelo Boulevard Olímpico durante os Jogos, e das que continuam visitando o local. O mural é grande, tanto que é quase inacreditável. Além de se impressionar com o tamanho, você fica de queixo caído com as cores, com a força cultural do grafite e com os olhos dos índios que te acompanham pelos mais diversos ângulos. Merece uma visita, com certeza, porque já é um ponto turístico carioca de sucesso.

Continue lendo…

You Might Also Like

Descubra por que o Museu do Amanhã é um sucesso

By 28 de junho de 2016 cultura, principal, rio de janeiro

O Museu do Amanhã é o mais jovem e mais disputado museu do Rio de Janeiro hoje em dia e, possivelmente, continuará ocupando o segundo ‘cargo’ durante algum tempo. Se depender de mim, pelo menos, o coro para garantir a posição será engrossado. Depois de ter ido à Praça Mauá enquanto o museu ainda estava sendo finalizado, há um ano, eu, enfim, voltei ao lugar para uma visita por dentro daquela maravilha arquitetônica projetada pelo espanhol Santiago Calatrava. O Museu do Amanhã é muito mais do que um museu de ciências, é um espaço que instiga o visitante a repensar o hoje com os olhos voltados, claro, para o futuro. A mostra permanente joga luz sobre a sociedade e a nossa relação com o mundo, além de apresentar alguns cenários possíveis e nos deixar com muitas perguntas na cabeça. Antes que eu conte tudo logo no primeiro parágrafo, vamos para o começo da minha experiência, que, espero, possa te ajudar a fazer uma visita ainda mais prazerosa.

Continue lendo…

You Might Also Like

5 perguntas para… Raphaella Perlingeiro, do Raphinadas

By 24 de junho de 2016 5 perguntas, cultura, principal, rio de janeiro, turismo, viagens

Um café da manhã na Casa Carandaí foi a escolha perfeita para o papo que eu tive com a entrevistada de hoje. Matei minha vontade de comer em um lugar que eu sempre visitava rapidamente, matei a curiosidade de conhecer uma pessoa que já admirava, só pela convivência virtual, e ainda dei a sorte de receber uma notícia em primeira mão! A Rapha, ou Raphaella Perlingeiro, para ser mais formal, está de mudança! Ela vai morar na Holanda e, já em ritmo de despedida, conversou com o blog sobre o Raphinadas, a mudança, o Rio de Janeiro e, claro, viagens, assunto sobre o qual ela é expert. Confesso que bateu uma surpresa quando soube que a Rapha estava deixando o Rio, mas, logo a surpresa virou alegria. Agora, ela vai levar o jeito despojado e todo o amor dela pela Cidade Maravilhosa para passear pelo Velho Continente. O papo foi tão bom, que a gente nem lembrou de tirar uma foto juntas. Uma pena, mas, garanto que a entrevista está bem legal e, no final, a Rapha ainda fez uma brincadeira comigo e indicou um lugar do Rio que ela acha que seria a minha cara. O que eu posso contar é que ela acertou em cheio! Para saber qual foi a dica dela, só lendo a entrevista.

Continue lendo…

You Might Also Like

5 perguntas para… Camila Faria, do Não Me Mande Flores

By 9 de junho de 2016 5 perguntas, cinema, cultura, inspirações, principal, rio de janeiro

Leveza. Se eu tivesse que definir em uma palavra a jornalista Camila Faria, seria essa. Aliás, eu estenderia essa definição ao nosso papo, que você vai poder ler já, já, assim que eu acabar de falar um pouco mais sobre a entrevistada de hoje, afinal, eu não preciso usar uma palavra só para defini-la. 😉 Camila, dona do lindo blog Não Me Mande Flores, trabalha hoje como redatora. Aliás, ela faz isso desde que estava na faculdade. No blog, a gente percebe que o jeito fluido de escrever é uma das marcas dela. Você pode ficar horas e horas lendo um post atrás do outro, sem perceber que está hipnotizado em frente à tela do computador. ‘Sempre me interessei muito por literatura e por textos em geral e, quando iniciei a faculdade me encantei pelo aspecto introspectivo do trabalho de redator. Existe algo de mágico nessa relação direta com as palavras, algo pulsante, que eu não encontrei em nenhuma outra atividade‘, conta ela. E a gente percebe que ela trata bem as palavras, é gostoso acompanhar a escrita da Camila. No blog, ela divide inspirações com os leitores, fala sobre design, cinema, beleza, literatura, o Rio, tudo o que a inspira. Aqui, ela fala mais sobre isso tudo e a forma como ela vive. Você vai ler em um piscar de olhos a entrevista de hoje. E, eu espero, vai adorar.

Continue lendo…

You Might Also Like