Browsing Tag

fotografia

Um bate-papo com… Talita Chaves, do Inside the office

By 25 de outubro de 2016 5 perguntas, principal, rio de janeiro

Você deve estar acostumado com as entrevistas de cinco perguntas aqui do Um fôlego e pode ter estranhado esse ‘bate-papo’ aí do título. É uma mudança, sim. Para melhor! Eu espero… rs Quando marquei uma entrevista com a jornalista e fotógrafa Talita Chaves, do Inside the office, a ideia era manter o padrão, mas a conversa foi tão fluída e espontânea, que eu achei que seria não valia  a pena colocá-la na caixinha de costume. E foi assim que resolvi mudar e espero que você goste da experiência.

Virtualmente, conheci a Talita não me lembro quando, só sei que foi encanto à primeira navegada. Descobri o site dela graças a um post do Durval Amorim e fiquei horas lendo as histórias que ela contava, admirada com o texto, tão íntimo e cuidadoso, e com as fotos, coloridas, bem feitas, vivas. Fiquei com a ideia de que ela era uma pessoa alegre, para cima, que deveria aparecer aqui no blog. Depois de algumas tentativas, finalmente marcamos um café da manhã em Ipanema. E, totalmente por acaso, calhou de esse encontro ser justamente no primeiro dia de primavera: 22 de setembro. Percebi isso depois e gostei da coincidência. O dia estava azul no Rio, com a temperatura começando a esquentar, mas ainda amena, um cenário propício para o papo que tivemos sobre transição de carreira, a busca por um trabalho que te faça feliz e o universo do empreendedorismo digital.

Continue lendo…

You Might Also Like

5 perguntas para… Wendy Andrade, do projeto Retrato Negro

By 16 de agosto de 2016 5 perguntas, principal

O projeto Retrato Negro é um daqueles que nos mostram como a fotografia fica ainda mais bonita quando se torna arma de empoderamento. Desde 13 de maio, Wendy Andrade fotografa uma pessoa negra por dia. E será assim até 13 de maio de 2017. A data escolhida não poderia ser mais emblemática: marca a abolição da escravatura no Brasil. Com a fotografia, Wendy também quer libertar. Cada foto é como um grito de resistência a entoar que o negro é belo. No nosso bate-papo, o jovem estudante de Publicidade conta como surgiu o Retrato Negro e como o projeto empodera tanto os fotografados quanto o fotógrafo.

Continue lendo…

You Might Also Like

5 perguntas para… Julia Assis, autora do livro ‘Rio, eu tatuo’

By 21 de julho de 2016 5 perguntas, principal

Para algumas pessoas, o amor transborda tanto que ganha declaração na pele. É o caso da carioca Julia Assis, tão apaixonada pelo Rio de Janeiro, que fez da cidade desenho no próprio corpo. A fotógrafa tem tatuagens do morro Dois Irmãos (na foto que abre esse post), dos Arcos da Lapa e de versos do Profeta Gentileza. No livro que acaba de lançar, o Rio, eu tatuo, Julia conta as histórias de quem, como ela, morre de encantos pela Cidade Maravilhosa. Tem quem exiba o Pão de Açúcar, o mosaico das pedras portuguesas no calçadão de Ipanema, as palmeiras do Jardim Botânico. Ao todo, são cem páginas de declaração de amor ao Rio, entre fotos de tatuagens e os significados por trás delas. No nosso bate-papo, Julia Assis conta como nasceu o livro e como encontrou tantos corpos tatuados em homenagem ao Rio.

Continue lendo…

You Might Also Like

5 perguntas para… Pedro Garcia, o Cartiê Bressão

By 19 de novembro de 2015 5 perguntas, cultura, principal, rio de janeiro

O fotógrafo Cartiê Bressão já é um ícone carioca, com registros do cotidiano do Rio que extrapolam os clichês aos quais estamos acostumados e capturam a alma dos hábitos dos moradores. Por trás das lentes está Pedro Garcia, que começou esse projeto depois de uma brincadeira de carnaval. Ele vestiu a fantasia de Jorge Tadeu – personagem de Fábio Junior em Pedra sobre Pedra -, levou uma câmera de verdade para o bloco e não parou mais depois que viu – e curtir – o resultado das fotos feitas na folia. Pedro conta que o nome Cartiê Bressão nasceu assim que ele viu a unidade do material que estava produzindo e entendeu o que tinha em mãos. ‘O Cartier-Bresson é praticamente sinônimo de fotografia do cotidiano, e a abrasileirada me pareceu perfeita pra uma brincadeira despretensiosa‘, conta ele. Hoje, em cinco perguntas, Pedro fala um pouco sobre o Rio e sobre o futuro de Bressão. Leia!

Continue lendo…

You Might Also Like

%d blogueiros gostam disto: