Browsing Tag

rio

Uma aposta campeã para os Jogos Olímpicos: as casas temáticas!

By 1 de agosto de 2016 principal, rio de janeiro

Achou meio louco o título do post? Eu sei que parece, mas não é. Além de pensar muito em como eu vou me deslocar sem grandes transtornos da minha casa para o trabalho entre os dias 5 e 21 de agosto – para ficar só no básico -, eu tenho tentado organizar minha vida para ir ao menos uma vez ao Parque Olímpico, na Barra, e para visitar o maior número de casas possíveis. Que casas? As casas dos países e de alguns órgãos que serão ‘montadas’ em vários pontos da cidade, para aproximar ainda mais a população das diferentes culturas que vão ‘circular’ pelo Rio durante os Jogos Olímpicos. Eu li a lista completa do site oficial da competição e fiz uma seleção maravilhosa e organizada de casas temáticas para me planejar, de acordo com minhas escolhas pessoais: comida, Frida Kahlo, atrações divertidas e incríveis foram critérios primários, por exemplo. O que isso significa? Que a Áustria e sua padaria, o México e suas exposições e a NBA e sua capacidade de impressionar têm lugar cativo no meu coração. Recomendo fortemente que você dê uma olhada na lista completa de atrações porque há todo tipo de casa e de atividade. Mas, é claro que eu vou dividir aqui as minhas escolhas, para facilitar a vida dos indecisos ou dos amigos que têm (bom) gosto parecido ou, sei lá, de qualquer um, porque o importante é ajudar. Tentei limitar minha lista a 10 casas, o que é bastante, já que são pouco mais de 30 casas, e as ordenei por ordem alfabética. Hora do jogo!

Continue lendo…

You Might Also Like

Um dia de bicicleta pelo Rio

By 12 de julho de 2016 principal, rio de janeiro, turismo

Passear pelo Rio de Janeiro de bicicleta é uma das atividades mais deliciosas de ser fazer para curtir a cidade. Nós, que adoramos um magrela, resolvemos tirar um dia – na verdade, cinco horas e meia – para fazer uma verdadeira maratona – foram mais de 42 quilômetros percorridos! – por alguns bairros do Rio – oito, se não faltou nenhum na contagem – e poder contar aqui as vantagens e desvantagens que o ciclista enfrenta. Já começamos com uma super reclamação: a quilometragem de ciclovias disponível é inversamente proporcional ao tamanho da cidade e à quantidade de atrações legais que ela tem a oferecer. A Zona Norte, por exemplo, é zero favorecida nesse ponto. Mas, como nós já falamos aqui, nosso objetivo é tentar, sempre, extrair da cidade o que há de melhor nela. É por isso que registramos um imenso elogio: se você  seguir nossas dicas, vai se divertir e ter histórias boas para contar por muito tempo.

Continue lendo…

You Might Also Like

Venda em garagem: de tudo um pouco, no mesmo lugar

By 9 de março de 2016 principal, rio de janeiro, turismo

Se você é um bom garimpeiro e domina a arte de fazer grandes achados, programe, o quanto antes, uma visita ao Jardim Botânico. É lá que fica a Venda em garagem, na charmosa J. J. Seabra. A loja é uma espécie de antiquário misturado com brechó e tem, claro, desde peças raras e antigas a roupas e sapatos usados e em bom estado de conservação. Tudo isso em um ambiente com clima bem familiar e despojado, que te deixa à vontade para olhar, fuxicar e encontrar aquela aquisição que vai valer a pena, sabe? Não sabe? Dá uma olhada nas fotos que eu tirei por lá, então, para você entender sobre o que eu estou falando.

Continue lendo…

You Might Also Like

Saiba como visitar o Cristo Redentor sem estresse

By 17 de fevereiro de 2016 principal

No hall dos pontos turísticos mais famosos do mundo, o Rio tem um lugar garantido. A estátua do Cristo Redentor, que fica no alto do morro do Corcovado, figura fácil ao lado de outras estátuas, de construções históricas e de prédios consagrados entre os turistas. Sem querer puxar a brasa para a nossa sardinha, mas já puxando, eu gostaria de acrescentar que o Cristo, além de imponente e monumental, tem, uma vantagem importantíssima quando comparado aos seus pares pelo mundo. Quando você sobe o Corcovado é possível ter uma vista panorâmica da cidade e ainda tirar foto com a estátua. O mesmo não acontece, por exemplo, com a Torre Eiffel: lá, é subir na Torre para ver a cidade ou subir em outro lugar para vê-la. Chora, Paris! rs Ah, vale lembrar que o Cristo Redentor foi eleito uma das sete maravilhas no mundo moderno. Só para o caso de você ainda não estar convencido de que o monumento é incrível mesmo!

Continue lendo…

You Might Also Like