Cem mulheres incomodam muito mais

A realidade produz diariamente histórias tão fantásticas que ficção nenhuma é capaz de superar. Mesmo o melhor autor perde quando tem que competir com a vida como ela é. Mas, se o escritor decide jogar junto com o material real, não tem erro. Um pouquinho de verdade aqui, uma pitada de invenção ali, e é possível produzir cem divertidos contos sobre as desventuras femininas vistas pela ótica de um amigo fiel. Assim é ‘Minhas amigas’, de Joaquim Ferreira dos Santos, publicado pela Objetiva.

Ele tem várias amigas. A louca, a calma, a radical, a cautelosa, todas intensas. Mulheres daquelas que têm personalidade e são sempre engraçadas: na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza. Aliás, parece mesmo que ele tem um casamento com cada uma delas, afinal, são tantas emoções divididas que marido nenhum pode colocar defeito.

Os retratos afetivos de Joaquim Ferreira dos Santos são ligeiros, são pílulas para rápido consumo. Literatura sem rebuscamento, agradável para uma tarde vazia de julho. Não vai mudar sua vida, mas pode deixá-la um pouco mais leve, principalmente, se você tentar personificar algumas figuras que são retratadas, de forma bem caricata. E para deixar tudo mais gracioso, as ilustrações de Mariana Massarani arrematam os pequenos contos.

Viviane da Costa

E aí, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s