Palavras cruzadas

Até que para um blog feito por duas jornalistas o Um fôlego não fala tanto quanto poderia sobre o assunto. A ideia é variar sempre, mas, na semana passada eu li uma frase por aí, enquanto fazia outro post para o blog, e lembrei imediatamente da nossa profissão.

Há longínquos cinco anos e alguns meses, quando eu entrei na faculdade de Jornalismo – querendo fazer Publicidade -, uma das primeiras coisas que eu ouvi – não lembro de que professor, confesso – foi que o jornalista é um especialista em generalidades. E do mesmo jeito que eu não lembro quem me disse isso pela primeira vez, não sei quem foi o gênio que cunhou a frase. Fiz uma busca na internet, mas não achei nada muito confiável. De qualquer forma, é uma reflexão que traduz bem a rotina do jornalista, aquele cara que hoje está cobrindo a eleição americana e amanhã está às voltas com a falta de recolhimento de lixo em alguma cidade do interior do estado. Essa frase é a definição perfeita para quem não fica sem papo na mesa do bar e sempre tem um bom causo para contar. Ser jornalista é isso: saber um pouco de (quase) tudo e (quase) tudo sobre um algo específico. A grande dificuldade mesmo é definir o foco, uma vez que a curiosidade costuma ser enorme nos seres que escolhem essa profissão. Boa sorte, coleguinhas!

Viviane da Costa

E aí, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s