Expira, inspira: você no espelho

A vontade de retratar a si próprio – em imagem ou texto – pode nascer por vários motivos: necessidade de autoafirmação, vaidade, uma história realmente boa a ser contada. Autorretratos hoje são relativamente comuns. Qualquer celular na mão e, pronto!, lá está seu rostinho bonito na internet. As autobiografias exigem um pouco mais de produção, mas, considerando o que vemos nas prateleiras por aí hoje em dia, não é tão difícil ter a história da sua vida impressa e exibida com uma capa bonita na livraria mais próxima. O valor que cada um dá a si próprio não pode ser discutido, mas a sensação que essa overdose de ‘auto-representações’ dá é de que há uma certa banalização da importância que damos a nós mesmos. É legal que as pessoas amem ser o que são, mas um pouquinho de humildade nunca é demais. Sim, a discussão é longa! Para hoje, ficamos com os bons exemplos, pessoas que mandaram bem em deixar para a posteridade um olhar próprio sobre si.

Procure – e ache – motivos para se orgulhar do que é!

Viviane da Costa

E aí, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s