Tempero pernambucano no Rio

Você curte música contemporânea e acha um charme o sotaque pernambucano? Agenda na mão! Começa amanhã no Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio, o projeto ‘Pernambuco Contemporâneo’. Todas as terça-feiras, até o dia 26 de março, o CCBB receberá shows de seis diferentes artistas vindos lá da terra do frevo. O objetivo do projeto, de acordo com o produtor Pedro Rampazzo, é mostrar ‘um pouco da história musical recente e rica em estilos e performances’ que o Pernambuco produz. Anualmente, 150 álbuns são lançados no estado, em média. O que não falta é material para ser descoberto e apreciado. Os grupos que participam do ‘Pernambuco Contemporâneo’ lançaram álbuns nos dois últimos anos e têm influências que vão da música popular tradicional ao rock.

Os shows do projeto acontecem duas vezes ao dia: às 12h e às 19h. A programação completa é a seguinte:

19/02 – Rua: Grupo recifense formado por cinco instrumentistas-compositores. Em 2011, a banda lançou, em show no Teatro Arraial, o seu primeiro álbum, ‘Do Absurdo’. O CD passeia pelo samba, pelo free jazz e pelo trip hop.

26/02 – Hugo Linns: O compositor, arranjador e instrumentista apresenta o CD solo ‘Fita branca’, lançado em 2010, com melodias do Nordeste ao som da viola.

05/03 – Pouca Chinfra: Criado em 2005, o grupo já dividiu palco com grandes nomes do gênero como Beth Carvalho, Jorge Aragão, Dudu Nobre, Leci Brandão, Neguinho da Beija Flor e Casuarina. Em 2007, eles lançaram um EP com quatro músicas autorais e, em 2011, o primeiro CD com o nome do grupo, essencialmente autoral.

12/03 – Wassab: Criado em 2009, o grupo é formado por músicos que fazem abordagens diferenciadas para a música instrumental. Lançou em 2011 um CD homônimo.

19/03 – Banda de Joseph Tourton: O grupo lançou o primeiro CD homônimo em 2010. As influências musicais da banda são Dub Incorporation, Nação Zumbi, Radiohead e Hurtmold. Promete mostrar muito improviso ao público.

26/03 – Bande Dessinée: A banda surgiu 2007, inspirada na música francesa dos anos 1960 e 1970. Em 2011, lançaram ‘Sinée Qua Non’, o primeiro CD. Em 2009, realizou duas turnês pelo Sudeste, tocando em casas de Rio de Janeiro e São Paulo.

O projeto é idealizado e produzido pela Sambada Comunicação e Cultura. Os shows serão no Teatro II do Centro Cultural do Banco do Brasil. O CCBB fica na Rua Primeiro de Março, 66, Centro do Rio. Os ingressos custam R$ 6,00. Estudantes e pessoas com mais de 60 anos têm direito a meia-entrada.

Viviane da Costa

E aí, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s