O ‘limite’ da bondade

verissimo pronto

Luis Fernando Veríssimo pode até não ser uma pessoa boa com garçons, mas quando é preciso lidar com leitores ele é dono de uma gentileza sem fim. Julho de 2012. Paraty com seus paralelepípedos já seria um grande desafio para qualquer senhor de 75 anos. Imagine, então, uma multidão de fãs cercando este mesmo senhor e dificultando ainda mais sua locomoção. Seria um motivo justo para deixar a paciência de lado e não atender a nenhum dos pedidos de autógrafos que vinham de toda parte. Mas o senhor em questão é Luis Fernando Veríssimo, o homem cheio de elegância autor da frase que abre esse post. É possível que o escritor já tenha cometido alguns deslizes na vida, como todos nós, mas naquela tarde em que o vi mais de perto, o que tive diante dos olhos foi um exemplo de educação que vale a pena levar na bagagem.

Viviane da Costa

E aí, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s