Pra começar: não há tempo que volte

Há obras que são atemporais. No ano de 1982, o cantor e compositor Lulu Santos lançava seu primeiro disco, Tempos Modernos. A faixa de abertura do álbum, de mesmo nome, justifica a afirmativa que abre esse post. Em mais de 30 anos de sucesso, a canção segue sendo cantada a plenos pulmões em todo tipo de festa, seus versos são replicados à exaustão nas redes sociais e novas versões não param de ser criadas por artistas de diferentes estilos musicais.

Como não amar uma música que começa com a seguinte frase: ‘Eu vejo a vida melhor no futuro’? Uma injeção de otimismo é sempre bem-vinda, não importa o momento social pelo qual passe o país, o momento pessoal pelo qual você esteja passando ou ainda momento musical que a cultura esteja vivendo. Não há tempo certo para acreditar em dias mais claros e belos, todo tempo é válido. Da mesma forma, não há tempo para se lembrar de que tudo pode ser realizado, basta ter coragem para seguir adiante. Como diz a última frase da música: ‘Vamos nos permitir’.

Tonara, Sardinia, Italy ok

Sardinia, Itália

Viviane da Costa

3 comentários sobre “Pra começar: não há tempo que volte

E aí, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s