Expira, inspira: compartilhe sua arte e divirta o mundo

Quando éramos crianças, fazer arte era sinônimo de fazer besteira e, quase sempre, de castigo. Com o tempo, crescemos e aprendemos um significado totalmente diferente para a palavra arte. Não saberia descrever aqui exatamente qual é esse significado e acredito, inclusive, que a definição de arte depende da percepção de cada um. Mas, em linhas gerais, quando penso em arte, imagino qualquer trabalho que mexa comigo, que me provoque, que me tire da minha zona de conforto e que estimule a minha criatividade.

Em toda a história da arte temos diferentes períodos para classificar as criações dos artistas, as obras de arte que representam até hoje épocas e gerações. Monet, Bosch, Picasso, Mozart, Micheangelo, Dalí, Frida, Rodin, Beethoven, Chaplin, esses e muitos outros são nomes incontestáveis de grandes homens e mulheres que ofereceram sua criatividade à sociedade por meio de telas, músicas, pinturas, esculturas, filmes e toda a infinidade de objetos de arte. Até meados da década de 60, acreditou-se que essas pessoas estavam em uma espécie de Olimpo dos criativos, impossível de ser alcançado. O surgimento da pop art, entre outros  fatores, mostrou às pessoas ‘comuns’, que elas também poderiam ser artistas. Andy Warhol, que surgiu no olho desse furacão, decretou: ‘Um dia, todos terão direito a 15 minutos de fama’.

Hoje, com a facilidade de compartilhamento proporcionada pela internet, e a proximidade virtual que vivemos, assistimos a uma overdose dessa profecia. Temos certeza de que, diariamente, você se vê diante de muitos trabalhos legais – e outros nem tanto -, todos a um clique de distância. É fácil dividir uma criação. Então, por que você não divide a sua? Essa é a nossa proposta hoje. Faça arte! Volte aos tempos de infância e liberte sua criatividade, sem medo de ficar de  castigo dessa vez. Pode ser que uma pessoa ou outra não goste, mas, quem liga? Pense em um mundo mais divertido graças a você e vá em frente

Para não dizer que deixamos você à deriva, dê uma olhada nessas imagens:

Este slideshow necessita de JavaScript.

A galeria aqui de cima reúne algumas páginas criadas por leitores do livro ‘Destrua este diário’ – no original, ‘Wreck this journal’ -, de Keri Smith. Ela é uma ilustradora americana,  autora de best sellers que estimulam as pessoas a libertarem suas ideias. A frases de ordem são sempre as mesmas, os resultados, imprevisíveis. Sugestões como ‘Leve esse livro para o banho com você’ e ‘Quebre a lombada do livro’ podem dar aflição aos mais apegados, mas nós garantimos que é por uma boa causa. Basta olhar quantos livros legais nós achamos em uma rápida pesquisa no Google.

Eu ganhei o livro de presente no ano passado e confesso que ele está um pouco abandonado, mas, olhando o que outros donos mundo afora já fizeram, deu vontade de pegar o meu correndo e retomar minhas ‘artes’. Por experiência própria, uma dica: além de ajudar a liberar o nosso lado criativo, o livro também é uma ótima forma de afastar os problemas da mente. O preço sugerido do exemplar é R$ 24,90. O investimento vale a pena. 

Viviane da Costa

E aí, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s