Filmes que marcaram nossas infâncias

Ah, que saudade da época em que meus maiores problemas eram fazer o dever de casa e decidir com qual amigo eu ia brincar no fim de semana! Quando a vida começa a ficar enrolada bate uma vontade de voltar a essa fase boa da vida. Mas toda vez que eu vejo um desses filmes consigo me sentir de novo como uma criança tomando sorvete e vendo Sessão da Tarde sem ter que me preocupar com nada importante. Amo esse poder que o cinema tem de transportar a gente para outras épocas.

Como dizem por aí, recordar é viver. Então, vamos voltar ao passado um pouquinho?

A Lagoa Azul

Impossível fazer esse tipo de lista sem incluir esse filme. Acho que todo mundo já deve ter perdido a conta de quantas vezes viu o longa. A história de duas crianças que crescem em uma ilha depois de um naufrágio e descobrem o amor virou um clássico. Hoje em dia acho o filme tosco, o diálogo brega, mas não consigo não ver quando está passando. Foi difícil encontrar um vídeo bom, mas achei esse que resume o filme todo em menos de 10 minutos.

Curtindo a Vida Adoidado

Save Ferris! O herói de todos nós, Ferris Bueller finge estar doente e consegue matar aula para ter um dia épico. Quem nunca quis dar uma de Ferris que atire a primeira pedra! O filme foi um grande sucesso e até hoje é difícil conhecer alguém que nunca tenha visto ou que não goste do longa. Eu particularmente adoro o estilo leve e divertido que faz você se identificar com a história. Aí vai uma cena que eu amo:

E um pouquinho de fofoca: para quem não sabe, Matthew Broderick, o ator que interpreta Ferris, é casado com a Sarah Jessica Parker, a Carrie de Sex and the City!

Quero Ser Grande

Um dos meus filmes favoritos de todos os tempos. Sempre que passa eu faço questão de ver. A história de um menino que deseja crescer logo e um dia acorda no corpo de um adulto sempre me fascinou. Acho que é um dos motivos pelos quais eu amo o Tom Hanks até hoje. Para mim, o filme consegue equilibrar muito bem a comédia e o drama e é uma ótima reflexão sobre a importância de manter sempre viva a criança dentro de você. Vou ser super clichê e colocar aqui a famosa cena do piano. Não tem como não se apaixonar:

Jumanji

Quem consegue esquecer o jogo mais assustador do mundo? Quando duas crianças descobrem o tabuleiro em casa e começam a jogar, um homem que estava preso na selva há décadas é solto, junto com diversos animais. A única maneira de dar um fim ao caos é ir até o fim do jogo. Hoje em dia, os efeitos especiais são praticamente uma piada, mas continuo achando o filme divertidíssimo, nem sinto o tempo passar quando assisto. Encontrei o trailer, que nunca tinha visto, e adorei, então, vou compartilhar aqui.

Outros filmes antigos do Robin Williams que eu também via sem parar são Uma Babá Quase Perfeita e A Volta do Capitão Gancho.

Um Tira no Jardim de Infância

Não sei se esse é o caso para todo mundo, mas eu era completamente viciada nesse filme. O hilário Arnold Schwarzenegger (sim, eu tive que pesquisar como escrevia) é um policial que se disfarça de professor do jardim de infância em uma missão. Confesso que já tem anos que não vejo o filme, mas só de lembrar já me pego sorrindo. Foi difícil encontrar um trecho para incluir aqui, mas achei um que mostra o imenso talento do eterno Exterminador do Futuro.

Devo admitir que tem outros filmes dele que também marcaram muito a minha infância: Junior, Irmãos Gêmeos e Um Herói de Brinquedo.

E aí, deixei algum filme muito marcante de fora? Qual o mais marcante para você?

Luiza Canetti

E aí, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s