Playlist: canções que nasceram de um trauma amoroso

O amor é uma das maiores fontes de inspirações artísticas que conhecemos. Seja de forma positiva ou negativa. Constantemente vemos o clássico (alguns não tão clássicos assim) ‘pé na bunda‘ virar música e, muitas vezes, hit de sucesso. Hoje escolhemos deixar os corações femininos falarem. A lista de damas que compuseram canções inspiradas em romances que não tiveram um final feliz para sempre é grande e vai de Norah Jones e Alanis Morissette a Taylor Swift e Katy Perry. O melhor é que as moças não se limitaram a melodias tristes e desanimadas. Se é para cantar o que foi ruim, que seja com alto astral, para expulsar a dor e atrair boas energias! ;-)

Vamos conferir as cinco sofredoras que fizeram do limão da tristeza uma limonada musical que boa para os ouvidos:

mulheres 1

Taylor Swift (à esquerda), Alanis Morissete (em cima) e Katy Perry (embaixo)

Taylor Swift tem apenas 23 anos e muitas histórias de desilusões amorosas para contar e cantar. A cantora teen coleciona canções escritas por ela inspiradas em relacionamentos que não foram muito legais. A que faz parte da nossa lista hoje foi composta após o namoro com Harry Styles, do One Direction, e nós achamos que o título fala por si: ‘I knew you were trouble‘. Já Katy Perry solta os cachorros para cima de Travie Mc Coy em ‘Circle the drain‘, expondo, entre outras coisas, o problema do cantor com drogas. Mais madura que as duas primeiras, mas nem por isso menos magoada, Alanis Morissette escreveu o que pode ser chamado de ‘hino da dor de corno‘. Trocada pelo ex-marido, a cantora compôs ‘You oughta know‘ depois de ser trocada por outra pelo ator Dave Coulier, que você, com certeza, viu no seriado ‘Full House’.

mulheres 2

Adele (à esquerda) e Norah Jones

Às vezes, a dor é tão grande que não cabe em uma música só, precisa ser distribuída em um álbum inteiro. Às vezes, em dois. É o caso da britânica Adele e da americana Norah Jones. Adele compôs as canções dos discos ‘19‘ e ‘21‘ inspirada em términos. A cantora chegou a declarar em 2012, em entrevista à revista Vogue, que não escreveria mais sobre o fim de um namoro e que estava cansada de ser uma bruxa amargurada. Norah Jones mudou o visual de forma radical após o fim do namoro com o então baixista da banda dela e colocou a revolta para fora em ‘The Fall‘ e ‘Little Broken Hearts‘. As letras das duas são cheias de arrependimento e decepção.

Viviane da Costa

E aí, o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s